Fundamentals of SQL Server 2012 Replication (Dica de Leitura)

Pessoal, segue minha recomendação de leitura para compreender os fundamentos da replicação no SQL Server 2012.

Editorial review

Many of my clients need to make data that lives on one server available on another server. There are many reasons for such a requirement. You might want to speed up cross-server queries by providing a local copy of the data. Or you might want to make the data available to resource intensive reporting queries without impacting the OLTP load, maybe even with an intentional delay so you’re always reporting against complete days only. Finally, you might be looking to implement high availability. In all these situations, SQL Server Replication is a viable option to look at when planning for the implemen­tation of such a requirement.

With this book, I want to introduce you into the vast world of SQL Server Replication and show you its most important strength and weaknesses. After working through the exercises, you will be able to make an informed decision whether replication is the right feature to use and which type of replication is the most advantageous in your situation. You will also know when to stay away from replication and use other features such as simple log shipping or the new “Always On” feature set.

Fundamentals of SQL Server 2012 Replication provides a hands-on introduction to SQL Server replication. The book begins with a short overview that introduces you to the technologies that make up replication. In the following chapters, the book will walk you through setting up different replication scenarios. All hands-on exercises are designed with security best practices in mind. When you’re finished working through the exercises, you will be able to implement your own multi-server replication setup while following the principle of least privilege.

Esse livro esta a venda na Amazon ou pode ser encontrado FREE no site da Red-Gate.

Abraço, Rodrigo

Friend of Red Gate +

Pessoal,

Há alguns anos venho trabalhando com a Red Gate em prol da comunidade, sob o título de Friend of Red Gate, trazendo novidades e colaborando com a marca e os produtos da empresa.

Neste mês a tive a satisfação de ser convidado pela Red Gate para me participar de uma nova categoria de profissionais a de Red Gate +.  Nesta categoria terei acesso a muitos recursos para compartilhar com a comunidade, incluindo a participação em eventos e novas publicações, etc.

Aguardem…

Abraço, Rodrigo

SQL Tab Magic

Pessoal,

Novidade! A Red Gate esta incluindo uma nova feature para o SQL Prompt o SQL Tab Magic. Estou testando desde o e-mail da primeira release desta feature e estou curtindo muito.

Essa nova feature do SQL Prompt permite lembrar das guias do SSMS que foram fechadas e reabri-las (mesmo tendo sido fechadas), além de aceitar a configuração para reabrir as guias não fechadas na próxima inicialização do SSMS e um pesquisa de termos entre as guias ainda abertas.

Particularmente a proposta desta novidade no SQL Prompt que eu mais gostei foi a parte de pesquisar um determinado termo e encontrar a lista de todas as guias que possuem esse termo.

Abraço, Rodrigo

Usando o SQL Monitor para enviar emails de alertas

Usando o SQL Monitor para enviar emails de alertas

O SQL Monitor provê através dos alertas uma maneira simples de auxiliar o monitoramento. Neste post vou explicar como configurar uma conta de email e um alerta.

Configurando uma conta de email

Ao acessar o SQL Monitor, clique na guia Configurations, nesta tela há um grupo chamado Alerts, abaixo um link Email Settings.

O formulário de configuração é muito simples.

1. Send emails when alerts are raised: esta opção vem por padrão marcado e indica que ao acontecer algum dos alertas que foram selecionados para aviso o sistema enviará o email;

2. Send emails to: o endereço do email que receberá a informação, ou seja, o destinatário;

3. Send from email address: o endereço de email da origem;

4. Also send emails when: as duas opções que seguem nessa categoria indicam que quando um alerta mudar de um nível para outro, também enviará email. Por exemplo: um alerta de falta de espaço em disco está marcado para enviar email quando estiver baixo (Low), quando ele atingir o nível Médio (Medium) se este item não for marcado o SQL Monitor não enviará o email novamente, contudo se este item for marcado o agente do SQL Monitor enviará o email;

5. Outgoing mail server (SMTP): endereço do servidor de SMTP;

6. Port: número da porta que o SMTP trabalha;

7. Require a secure (SSL or TLS) connection: marque esse item se a sua conta de email requer SSL ou TLS;

8. Mail server requires a user name and password: esse item deve ser marcado caso a sua conta necessite validar usuário e senha para SMTP;

9. Account user name: caso o item 8 for marcado o campo user name será habilitado permitindo inserir o nome do usuário de autenticação do SMTP;

10. Password: a mesma descrição que o item 9, porém esse campo é para a senha do usuário do SMTP;

11. URL Settings: este item permite inserir a URL que será enviada ao email, perceba que esse campo trará a URL atual, mas você pode desejar que a URL à ser enviada seja uma URL externa.

Esses são os passos para configurar a conta de email no SQL Monitor.

Configurando o alerta

Vou utilizar o item Disk Space para exemplificar como configurar um alerta com envio de email. Para isso, na guia Configurations acesse Alert Settings e dentro dos itens que aparecerão marque o item Disk Space.

Simples assim, com esse flag conseguimos fazer o agendamento, porém podemos avançar mais e verificar quais são as opções que desejamos para o nosso padrão de espaço em disco. Clique em Configure alerts e a tela que permite personalizar o padrão para este alerta irá abrir.

Há dois pontos importantes à serem verificados aqui, o primeiro é em Alert thresholds, onde teremos uma personalização para cada alerta.

Por exemplo, no caso do espaço em disco podemos personalizar o valor percentual de cada um dos níveis, ou ainda, definir o valor em megabytes para cada nível.

Outro ponto é o item Notification que permite personalizar o destinatário para este alerta, ao invés de utilizar o destinatário padrão.

Finalizando este post, posso dizer que é muito simples monitorar os servidores SQL Server desta maneira. Podem-se distribuir as tarefas de monitoramento em uma equipe sem preocupação e diminuindo o tempo de monitoramento.

Abraço, Rodrigo